123
quando o meu pai...
2015-17
http://www.curatorialclube.com/Susana-Mendes-Silva
Acção no espaço público
5 panos comprados no Congo em 1971
1 máquina fotográfica com uma lente de 50mm

Esta acção foi feita a convite da Curadora Antonia Gaeta

Curatorial Clube é um espaço expositivo que acolhe curadores que por sua vez convidam artistas a fazer uma acção em espaço público.
Essa acção é registada fotograficamente num formato especifico e apresentada com um texto descritivo.
O espaço curatorial em questão é o enquadramento de uma lente de 50 mm ou equivalente.
As acções acontecem e são registadas sem presença de público para a ocasião.
Curatorial Clube é um projecto criado por Bruno Leitão de uma ideia de Bruno Leitão e Marlon de Azambuja
De 1969 a 1971 o meu pai esteve na floresta de Maiombe, Cabinda, durante a Guerra do Ultramar. Em Junho de 1971 entrou ilegalmente, com alguns soldados da sua companhia, no Congo para comprar presentes antes de regressar de vez a Lisboa.
Apesar da guerra colonial ter terminado em 1974, Cabinda parece ser um não-assunto em Portugal. O território foi, de 1885-1975, um protectorado português. Cabinda nunca fez parte de Angola nem tem qualquer fronteira física comum, no entanto após o 25 de Abril de 1974 o MPLA tomou o controlo militar do protectorado tornando-o uma das suas províncias. O interesse é explicado pela riqueza de matérias-primas, nomeadamente a produção petrolífera, que em 2010 representava cerca de 70% da exportação de crude angolano. A Frente de Libertação do Estado de Cabinda continua a lutar pela independência deste país.

Eu só nasci em Setembro de 1972, e estes foram os panos que o meu pai trouxe para mim (sem ainda o saber).